Este site usa cookies e tecnologias afins que nos ajudam a oferecer uma melhor experiência. Ao clicar no botão "Aceitar" ou continuar sua navegação você concorda com o uso de cookies.

Aceitar

Notícias

Saúde Cardíaca: Os 6 Alimentos Essenciais Indicados por Estudo

Silvia Kotaka
Escrito por Silvia Kotaka em 22 de janeiro de 2024
3 min de leitura
Saúde Cardíaca: Os 6 Alimentos Essenciais Indicados por Estudo

Você que está sempre buscando maneiras de cuidar melhor da sua saúde, alguma vez já parou para pensar no que está colocando no prato e como isso pode afetar o seu coração? Aposto que sim! Por isso, hoje vamos conversar sobre Saúde Cardíaca, um assunto importantíssimo: a alimentação que pode blindar seu coração contra doenças. Mas será que cortar aquela picanha do final de semana é realmente a chave para um coração saudável? Prepara o seu lanche saudável, porque temos muito para desbravar neste papo!

Saúde Cardíaca

Um Banquete para o Coração!

Você já ouviu aquele papo de que para manter o coração em forma é necessário cortar tudo que é gordura de origem animal e se tornar praticamente um monge da alimentação? Bem, uma equipe de cientistas canadenses da Universidade McMaster nos trouxe novidades quentinhas (e deliciosas) que sugerem que a história não é bem assim. Se liga nesse megaestudo publicado no European Heart Journal que eles realizaram!

Após pesquisar um bocado, em mais de 80 países, e analisar os hábitos de 245 mil pessoas, esses especialistas concluíram que nosso coraçãozinho adora quando o prato é cheio de:

  • 2 a 3 porções de frutas e vegetais diariamente;
  • 3 a 4 porções de legumes por semana;
  • 7 porções de nozes ou castanhas por semana;
  • 2 a 3 porções de peixão por semana;
  • 14 porções de laticínios – só deixa a manteiga e o chantili fora dessa festa – semanalmente.

Não É Só Cortar a Gordura!

Então, se estamos sempre achando que para evitar problemas cardíacos precisamos banir as gorduras animais da vida, esse estudo veio para virar o jogo! Não é apenas sobre restringir, mas sim sobre escolher com sabedoria e amor os alimentos que são protetores do nosso motorzinho. E atenção, pessoal saudável, essa dica é especial para vocês, que não carregam outros fatores de risco cardiovascular.

Imagina só, a pesquisa mostrou ainda que incluir laticínios integrais na lista não é bobeira não. É que a variedade e a moderação são como o tempero perfeito para uma saúde cardiovascular de dar inveja.

Canal no WhatsApp - Mamãe Vida Saudável

Como Essa História Toda Funciona?

Falando nisso, você deve estar curioso para saber como essa pontuação da dieta saudável foi criada, né? Os cientistas do estudo Prospective Urban Rural Epidemiology (PURE) juntaram dados de 147.642 corajosos moradores de 21 países e fizeram uma mistura cruzada de informações sobre eventos cardiovasculares e mortes.

Cada alimento “do bem” ganhava pontos, e as pessoas que atingiam uma pontuação de cinco ou mais tinham um risco 30% menor de dar adeus a este mundo e 18% menos chances de ter doenças do coração. É ou não é para comemorar com uma salada colorida?

Canal no WhatsApp - Mamãe Vida Saudável

Quantidades e Moderacão: A Dupla Imbatível

Mas espera aí, e para quem ama um churrasquinho ou queijo mais gorduroso? A recomendação é curtir uma porção diária de leite e derivados, que poderia ser, por exemplo, um copinho de leite, um potinho de iogurte ou até 1 a 2 fatias de queijo. Quanto à carne não processada, pode-se apreciar um bife pequeno ou um franguinho, cuidando para que seja por volta de 85g.

E pera lá, não se esqueça da OMS dando aquele toque para o açúcar adicionado não ultrapassar 10% das calorias diárias, e os ultraprocessados? Lembre-se deles com moderação, tá bom? Afinal, eles estão de olho em você e não pensam duas vezes em contribuir para doenças crônicas caso você exagere.

Com informações de https://vidasaudavel.einstein.br/

Concluindo com a Saúde Cardíaca

Fica claro que nosso coração precisa mais do que dietas restritivas e monotonia no prato para ser feliz e saudável. A ciência está dizendo: equilibre, diversifique e não seja radical. Seja mais amigo das frutas, dos vegetais, das castanhas, dos legumes, dos peixes e dos laticínios. E aí, bora fazer essa mudança e espalhar a novidade? Compartilhe este artigo com a galera e vamos juntos nessa jornada saborosa pela saúde do coração!

Saúde Cardíaca – Veja mais conteúdos como esse em: Dicas de Alimentação

Canal no WhatsApp - Mamãe Vida Saudável

Oiê,

o que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *